Eupatorieae (Asteraceae) no Parque Estadual da Serra Dourada, Goiás, Brasil

Rogério Silvero Guida, Aristônio Magalhães Teles

Resumo


Resumo
O Parque Estadual da Serra Dourada - PESD é o segundo maior Parque do estado de Goiás, abrangendo 30.000
hectares. Com o objetivo de contribuir com um melhor conhecimento sobre a diversidade de Asteraceae no
estado de Goiás realizou-se o tratamento taxonômico da tribo Eupatorieae neste Parque. Eupatorieae está
representada no PESD por 12 gêneros e 23 espécies. Chromolaena e Mikania foram os gêneros mais ricos
em espécies sendo representados por cinco, seguido de Praxelis com três, Stomatanthes por duas e Ageratum,
Ayapana, Barrosoa, Campuloclinium, Lomatozona, Pseudobrickellia, Stevia e Trichogonia por uma espécie,
cada. Três espécies são reportadas pela primeira vez para Goiás: Campuloclinium chlorolepis, Stomatanthes
loefgrenii e Barrosoa apiculata. Além disso, duas espécies constam na lista vermelha da flora do Brasil e são
consideradas ameaçadas de extinção, Lomatozona artemissiifolia (em perigo) e S. loefgrenii (criticamente
em perigo). É apresentada uma chave de identificação para os táxons, comentários taxonômicos, distribuição
geográfica e ilustrações para as espécies.
Palavras-chave: Cerrado, compositae, florística, taxonomia.


Abstract
The Serra Dourada State Park - SDSP is the second largest Park in the Goiás state, covering 30,000 hectares.
Aiming to understand the diversity of Asteraceae in Goiás we did the taxonomic treatment of Eupatorieae
from this Park. The Eupatorieae is represented in SDSP by 12 genera and 23 species. Chromolaena and
Mikania are the genera with the largest number of species represented by five, followed by Praxelis
with three, Stomatanthes with two and Ageratum, Ayapana, Barrosoa, Campuloclinium, Lomatozona,
Pseudobrickellia, Stevia and Trichogonia by one species each. Three species are reported for the first time
for Goiás: Campuloclinium chlorolepis, Stomatanthes loefgrenii, and Barrosoa apiculata. Two species
are listed in the Brazilian red list of threatened Flora, Lomatozona artemissiifolia (endangered) and S.
loefgrenii (critically endangered). An identification key, taxonomic comments, geographical distribution,
and illustrations for the species are provided.
Key words: Cerrado, compositae, floristic, taxonomy.


Palavras-chave


Cerrado, Compositae, Florística, Taxonomia

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.