O clado Merianthera e as tribos Merianieae e Microliceae (Melastomataceae) na Serra Negra, Minas Gerais

Luciana Leitão Justino, Fátima Regina Gonçalves Salimena, Berenice Chiavegatto Campos, Luiz Menini Neto

Resumo


Resumo
Apresenta-se um estudo taxonômico do clado Merianthera e das tribos Merianieae e Microlicieae (Melastomataceae) na Serra Negra, localizada no Complexo da Mantiqueira, região sul da Zona da Mata de Minas Gerais, Brasil. O clado Merianthera está representado por Behuria parvifolia, Huberia nettoana e Cambessedesia hilariana,
Merianieae está representada apenas por Meriania claussenii, enquanto Microlicieae está representada por Lavoisiera imbricata, Microlicia serpyllifolia, Rhynchanthera dichotoma, Trembleya elegans, Trembleya parviflora
e Trembleya phlogiformis. A região vem sofrendo impactos devido à plantação de Pinus e Eucalyptus, especulação
imobiliária, visitação desorganizada, coleta ilegal de plantas, bem como o aumento das áreas de pastagem, de modo que várias espécies se encontram sob constante ameaça. Em relação à conservação, deve-se ressaltar as espécies
B. parvifolia, H. nettoana e M. claussenii, provavelmente ameaçadas de extinção a nível regional ou nacional. No
presente artigo são apresentadas chaves de identificação, descrições, ilustrações, informações sobre distribuição
geográfica e comentários morfológicos para os táxons desses grupos representados na Serra Negra.


Abstract
A taxonomic study of the clade Merianthera and the tribes Merianieae and Microliceae (Melastomataceae) of Serra Negra, located in the southern region of Zona da Mata of Minas Gerais, Brazil, is presented. The clade Merianthera
is represented by Behuria parvifolia, Huberia nettoana and Cambessedesia hilariana, Merianieae is represented
by Meriania claussenii, while Microlicieae is represented by Lavoisiera imbricata, Microlicia serpyllifolia,
Rhynchanthera dichotoma, Trembleya elegans, Trembleya parviflora and Trembleya phlogiformis. The region
is suffering environmental impacts due to Pinus and Eucalyptus planting, real-state speculation, disorganized
visitation, illegal collection of plants, as well as the use of forest remnants and field areas for grazing. Regarding
conservation, it should be highlighted the species B. parvifolia, H. nettoana and M. claussenii, probably threatened
with extinction at regional or national levels. Identification keys, descriptions, illustrations, information on the
geographical distribution and morphological comments for taxa of these groups in Serra Negra are presented.


Palavras-chave


conservação, flora, Floresta Atlântica, Serra da Mantiqueira, taxonomia, conservation, floristics, Atlantic Forest, Mantiqueira Range, taxonomy

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.