Florística de uma floresta estacional no Planalto da Borborema, nordeste do Brasil

Ladivania Medeiros do Nascimento, Maria Jesus Nogueira Rodal, Alexandre Gomes da Silva

Resumo


O conhecimento disponível sobre a flora das florestas montanas (Brejo de Altitude) do semiárido de Pernambuco aponta duas situações: uma com maior semelhança à das florestas mais próximas à costa atlântica; e outra mais similar às florestas mais secas do sertão nordestino. Este trabalho teve como objetivo investigar a composição de fragmentos de floresta montana no município de Brejo da Madre de Deus, Pernambuco, situados numa área geográfica de transição entre aqueles tipos florestais. Os resultados foram comparados com cinco levantamentos florísticos realizados em florestas pernambucanas que utilizaram metodologia similar de amostragem. Foram identificadas 293 espécies, distribuídas em 185 gêneros e 71 famílias. As espécies arbóreas e arbustivas/subarbustivas se destacaram em riqueza total de espécies coletadas (50% e 24%, respectivamente), indicando similaridade florística com as florestas montanas mais próximas à costa atlântica. Os outros hábitos não apresentaram padrão claro de similaridade florística.

Palavras-chave


Brejo de Altitude, composição florística, floresta montana, fragmento



Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.