O gênero Nitzschia (Bacillariaceae) em ambientes lacustres na Planície Costeira do Rio Grande do Sul, Brasil

Daniela Bes, Lezilda Carvalho Torgan

Resumo


O estudo taxonômico sobre o gênero Nitzschia Hassall, nas áreas da Lagoa do Casamento e do Butiazal de Tapes,
localizados entre 30º40’–30º10’S e 50°30’–51º30’W, baseou-se em amostras de plâncton e metafíton, coletadas em 21
estações abrangendo diferentes ambientes (lagoas interligadas, lagoas isoladas, banhados e açude) no outono e primavera
de 2003. Foram encontrados 35 táxons específicos e infra-específicos, destacando-se 11 novas ocorrências para o Estado
e cinco para a Planície Costeira do Rio Grande do Sul. Quanto ao hábito, 91% dos táxons ocorreram no plâncton e
metafíton e 9% restringiram-se ao metafíton. A área da Lagoa do Casamento apresentou maior riqueza (35 táxons) em
relação à área do Butiazal de Tapes (13 táxons), provavelmente pela presença de ambientes em conexão com a laguna dos
Patos, a qual detém uma flora rica de Nitzschia, associado às condições de alta condutividade e pH da água. São
apresentadas descrições, ilustrações e comentários sobre as variações morfológicas e/ou métricas dos táxons.

Palavras-chave


diatomáceas, morfologia, taxonomia

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.