Dryopteridaceae e Lomariopsidaceae (Polypodiopsida) do Campo Experimental da Embrapa Amazônia Oriental, Moju, Pará, Brasil

Sebastião Maciel, Marcio Roberto Pietrobom

Resumo


O presente trabalho apresenta as espécies das famílias Dryopteridaceae e Lomariopsidaceae que ocorrem no
Campo Experimental da Embrapa Amazônia Oriental. Dryopteridaceae está representada, na área estudada, por
Cyclodium heterodon (Schrad.) T. Moore var. abbreviatum (C. Presl) A.R. Sm., C. inerme (Fée) A.R. Sm., C.
meniscioides (Willd.) C. Presl var. meniscioides, Elaphoglossum discolor (Kuhn) C. Chr., E. flaccidum (Fée) T.
Moore, E. laminarioides (Bory ex Fée) T. Moore, E. luridum (Fée) H. Christ, E. obovatum Mickel e E. styriacum
Mickel, enquanto que Lomariopsidaceae está representada por Lomariopsis prieuriana Fée, Nephrolepis biserrata
(Sw.) Schott, N. brownii (Desv.) Hovenkamp & Miyam. e N. rivularis (Vahl) Mett. ex Krug. São apresentadas
chaves para identificação de gêneros e espécies, além de diagnoses, ilustrações, dados de distribuição e habitat.

Palavras-chave


Amazônia brasileira, Elaphoglossum, Nephrolepis, samambaias

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.