Bromeliaceae do Parque Estadual da Serra do Rola-Moça, Minas Gerais

Elidio Armando Guarçoni, Cláudio de Paula, Andrea Costa

Resumo


O Parque Estadual da Serra do Rola-Moça localiza-se na porção centro-sul da Cadeia do Espinhaço, na região
denominada Quadrilátero Ferrífero, nos municípios de Belo Horizonte, Brumadinho, Ibirité e Nova Lima.
Apresenta como vegetação os Campos Rupestres ferruginosos e quartizíticos, Floresta Estacional Semidecidual
e Cerrado. O presente trabalho teve como finalidade estudar a florística da família Bromeliaceae no Parque
Estadual da Serra do Rola-Moça. Foram identificadas 25 espécies pertencentes a 11 gêneros, sendo Dyckia o
gênero mais representativo em espécies. Eduandrea selloana, Cryptanthus schwackeanus, Dyckia consimilis,
D. densiflora, D. macedoi, D. simulans, D. schwackeana, D. trichostachya, Vriesea longistaminea e V.
minarum encontram-se citadas na Listas das Espécies da Flora e da Fauna Ameaçadas de Extinção do Estado
de Minas Gerais. Neste trabalho optamos por revalidar Dyckia oligantha.

Palavras-chave


Cadeia do Espinhaço, campo rupestre, Dyckia, Florística

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.