Anatomia comparada do lenho de Caryocar brasiliense (Caryocaraceae) em fisionomias de cerradão e cerrado sensu stricto

Alessandra Regina Voigt, Patricia Soffiatti, Mário Tomazello Filho, Claudio Sergio Lisi, Maria Regina Boeger

Resumo


Este trabalho verificou a influência das condições ambientais na estrutura do xilema secundário da espécie
Caryocar brasiliense Camb. (pequizeiro) através de um estudo anatômico comparado do lenho de árvores
procedentes de fisionomias de cerradão e cerrado s.s., no município de Santa Rita do Passa Quatro, SP. As
características do lenho foram analisadas qualitativa e quantitativamente, sendo as últimas comparadas pela
análise de variância, bem como por análises multivariadas de agrupamentos e componentes principais. A
análise de variância demonstrou existir diferenças significativas para oito das dezesseis variáveis analisadas,
bem como uma grande variação entre árvores da mesma localidade, aspecto corroborado pela análise de
agrupamentos. A matriz de correlação entre variáveis indicou, de modo geral, relações inversas entre dimensões
longitudinais e radiais dos elementos anatômicos. Pode-se inferir pela variabilidade significativa entre árvores
que a diferenciação das fisionomias ocorre de forma gradual, não se observando um conjunto de características
anatômicas suficientemente marcantes que tipifiquem as fisionomias estudadas.

Palavras-chave


anatomia ecológica, pequi, tendências ecológicas, xilema secundário

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.