Fitossociologia, caracterização sucessional e síndromes de dispersão da comunidade arbórea de remanescente urbano de Floresta Estacional Semidecidual em Monte Carmelo, Minas Gerais

Jamir Afonso do Prado Júnior, Sérgio de Faria Lopes, Ivan Schiavini, Vagner Santiago Vale, Ana Paula Oliveira, André Gusson, Olavo Dias-Neto

Resumo


Os parques urbanos têm uma importância estratégica para a qualidade de vida dos centros urbanos,contribuindo com importantes serviços ambientais e sociais. O conhecimento da estrutura florestal tem ajudado a subsidiar a conservação destes parques. A partir da análise fitossociológica das espécies arbóreas de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual (120 ha), este estudo classificou o estado de conservação deste remanescente. Foram amostrados todos os indivíduos arbóreos com CAP > 15 cm, presentes em 25 parcelas permanentes (20 × 20 m) e as espécies foram classificadas por grupos sucessionais e síndrome de dispersão. Foram registrados 798 indivíduos distribuídos em 98 espécies, pertencentes a 37 famílias. As espécies secundárias iniciais apresentaram maiores valores na riqueza de espécies, densidade e valor de importância, seguido das espécies secundárias tardias que apresentaram maior dominância e das espécies pioneiras que tiveram pouca representatividade. Quanto à síndrome de dispersão, mais de 77% da comunidade é representada por indivíduos zoocóricos. Tais resultados aumentam a valoração do Parque da Matinha reafirmando a importância deste parque urbano na conservação da fauna e flora nativa, e reforçam a necessidade de criar políticas públicas para utilização do parque pelos visitantes.

Phytossociology, successional groups and dispersal syndromes of the tree community in an urban remnant of semideciduous forest in Monte Carmelo, Minas Gerais


Abstract

Urban parks have a strategic importance fot the quality of life in urban centers, contributing to significant environmental and social services. Knowledge of forest structure has helped to subsidize the maintenance of these parks. Based on the phytosociological analysis of tree species in a semideciduous forest fragment (120 ha), this study assessed the conservation status of this remnant. We sampled all trees with CBH > 15 cm, present in 25 permanent plots (20 × 20 m), and classified the species as to successional groups and dispersal syndromes. We recorded 798 individuals in 98 species belonging to 37 families. Early secondary species had the highest values of species richness , density and importance value, followed by late secondary species with the highest dominance, and pioneer species with low representation. Regarding the dispersal syndrome, over 77% of the community is represented by species with zoochoric dispersal. These results increase the valuation of the “Parque da Matinha”, reaffirming the importance of this urban park for the conservation of native fauna and flora, and supporting the need for public policies of park use by visitors.


Palavras-chave


grupos ecológicos, parque urbano, síndrome de dispersão, sucessão florestal, dispersal syndrome, ecological groups, forest succession, urban park

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.