Morfoanatomia do sistema subterrâneo de Androtrichum trigynum (Cyperaceae)

Ana Claudia Rodrigues, Roberta Andressa Pereira

Resumo


Androtrichum apresenta uma única espécie, A. trigynum (Spr.) Pfeiffer, ocorrendo em regiões litorâneas da costa sudoeste atlântica. Apresenta o sistema subterrâneo constituído por rizomas e raízes adventícias. O rizoma é espessado, plagiotrópico e simpodial, do qual partem os escapos florais e as raízes. A partir do promeristema caulinar diferenciam-se a protoderme, o procâmbio e o meristema fundamental. Na região apical observam-se os meristemas intercalar e de espessamento primário (MEP). As raízes adventícias se originam do MEP e apresentam o ápice radicular do tipo fechado. A epiderme jovem apresenta células papilosas. Observa-se também a endoderme meristemática em atividade. Na maturidade, identifica-se o córtex externo ou hipoderme e córtex interno diferenciado em aerênquima. A endoderme tem células alongadas no sentido radial com paredes finas e o periciclo é bisseriado. As características anatômicas observadas no presente estudo condizem com outras espécies de Cyperaceae, e caracteres xeromorfos podem ser identificados

Palavras-chave


caracteres xeromorfos; raízes adventícias; rizoma

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.