Levantamento florístico de um brejo-herbáceo localizado na restinga de Morada do Sol, município de Vila Velha, Espírito Santo, Brasil

Rodrigo Valadares, Fabiana Souza, Nathália Castro, Ana Peres, Solange Schneider, Marcio Martins

Resumo


Este trabalho apresenta a composição florística de um brejo-herbáceo localizado em Morada do Sol, Vila Velha, Espírito Santo. As coletas foram realizadas através de caminhadas ao acaso, sendo coletados ramos férteis de angiospermas e samambaias. Foram registradas 125 espécies distribuídas em 56 famílias. A família Asteraceae foi a que apresentou maior riqueza específica com 13 espécies, seguida por Cyperaceae com 12, Fabaceae com nove, Rubiaceae com oito e Poaceae com sete espécies. Das espécies encontradas Melanopsidium nigrum Colla (Rubiaceae) encontra-se na lista oficial de espécies ameaçadas de extinção e 29 são citadas pela primeira vez para vegetação de restinga do Espírito Santo. A presença de 28 espécies invasoras provém de alterações provocadas pela diminuição da área inundável através de aterro e queimadas intencionais com intervalos curtos, que proporcionam alterações florísticas e fisionômicas neste ecossistema.

Palavras-chave


riqueza, conservação, macrófitas, restingas

Texto completo:

PDF


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.