Dinâmica sucessional de comunidade de algas perifíticas em um ecossistema lótico subtropical

Sirlene Aparecida Felisberto, Liliana Rodrigues

Resumo


O principal objetivo deste trabalho foi descrever as mudanças na estrutura de comunidades de algas perifíticas durante o processo de colonização e sucessão, em período chuvoso, indicando suas espécies descritoras. O local selecionado para a realização deste estudo foi o rio do Corvo (22°39’S, 52°46’W), um afluente do rio Paranapanema localizado próximo à barragem do reservatório de Rosana, na região noroeste do Paraná, Brasil. Coletas do perifíton em substrato artificial e medições de dados abióticos foram realizadas no período de 21 de novembro a 12 de dezembro de 2003, em intervalos de três dias. A identificação e quantificação das algas foi feita em microscópio invertido, utilizando-se o método de Utermöhl. Para análise da dinâmica sucessional, foram considerados: riqueza de espécies, densidade total, abundância relativa dos táxons, espécies descritoras, diversidade de Shannon-Wiener e equitabilidade. As flutuações observadas na densidade total foram determinadas principalmente por Bacillariophyceae, Chlorophyceae, Cyanophyceae e Zygnemaphyceae. Maiores valores de abundância na comunidade de algas perifíticas foram registrados para espécies pequenas de diatomáceas, abundantes durante todo o período, consideradas colonizadores eficientes e de crescimento rápido, assim como para cianobactérias e algas verdes filamentosas (Oedogonium spp. e Stigeoclonium spp.), de crescimento mais lento e mais abundantes nos estádios tardios. As primeiras estão entre as r-estrategistas, enquanto as últimas estão entre as C-S estrategistas (algas mais competitivas em sistemas mesotróficos e estáveis). A diversidade de Shannon-Wiener foi elevada (2,2 a 3,1), com o maior valor constatado na terceira semana de desenvolvimento sucessional. Com base em análise de componentes principais, as concentrações de nutrientes, o pH e a turbidez foram os principais fatores abióticos relacionados ao processo de sucessão.

Palavras-chave


diversidade, estrutura da comunidade, perifíton, rio, sucessão



Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.