Adaptações morfo-anatômicas de Potamogeton polygonus aos ambientes lêntico e lótico

Maria Cecília Chiara Moço

Resumo


Plantas aquáticas apresentam grande plasticidade fenotípica, sendo capazes de ocupar ambientes com diferentes condições físico-químicas da água. O objetivo deste trabalho é caracterizar a morfologia e a estrutura anatômica de Potamogeton polygonus Cham. & Schltdl., e identificar as alterações adaptativas da espécie em ambientes lêntico e lótico. As coletas foram realizadas nos municípios de Palmas e General Carneiro, Estado do Paraná, Brasil. Foram coletados dez indivíduos em cada localidade e realizadas mensurações de parâmetros morfológicos e anatômicos de raizes, caules e folhas. A estrutura anatômica foi analisada em microscopia fotônica e eletrônica de varredura. Foram constatadas modificações morfológicas e anatômicas de potencial papel adaptativo entre as plantas dos dois ambientes.

Palavras-chave


anatomia, morfologia, planta aquática, plasticidade fenotípica, Potamogeton

Texto completo:

PDF (ENGLISH)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.