Burseraceae: um modelo para estudos da flora Amazônica

Douglas Charles de Burgh Daly, Paul Van Antwerp Fine, María Cristina Martínez-Habibe

Resumo


Um grupo bem estudado de plantas pode servir como modelo para abordar assuntos de conservação, evolução e biogeografia, possibilitando designar o status de conservação de táxons e detectando não somente os táxons que são mais ameaçados mas também os que constituem representantes basais, únicos e/ou relictuais de linhagens. Relacionamentos filogenéticos esclarecidos abrem a porta para uma sistemática mais refinada de clados sem se preocupar sobre grupos para- ou polifiléticos. Um grupo bem estudado pode também servir como base para ferramentas novas ou sub-utilizadas. Pesquisas sobre as Burseraceae, com mais de 100 táxons na Amazônia, está chegando rapidamente ao ponto em que a família pode ser utilizada com grande impacto tanto na conservação como em um modelo para estudar os processos que influenciam a origem e a manutenção da alta diversidad da flora Amazônica. Primeiro, estamos resolvendo a filogenia a níveis taxonômicos superiores assim como a taxonomia ao nível de espécie em vários clados, o que permite estudos comparativos. Segundo, estamos verificando que a família ocorre em toda a Bacia e é bem representada na maioria dos habitats, mas quase todos os táxons são restritos nas suas distribuições e/ou habitats ocupados; isto permite testar a importância relativa de barreiras geográficas versus diversidade de habitats no processo de especiação. A família tem tamanho adequado para provas estatísticas de hipóteses mas também suficientemente pequena para atingir intensidade necessária de amostragem, permitindo avaliar os impactos relativos de inovações morfológicas, oportunidades ecológicas e eventos biogeográficos na diversificação das Burseraceae e grupos aparentados.

Palavras-chave


Amazônia, Anacardiaceae, conservação, filogenia

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.