Panorama dos recentes estudos taxonômicos em Euphorbiaceae s.l. no Brasil

Ricardo Secco

Resumo


As Euphorbiaceae sensu lato distribuem-se especialmente nos trópicos, nos mais variados tipos de vegetação e habitats, sendo uma das maiores, mais complexas e diversificadas famílias das Angiospermas. Foi recentemente dividida em quatro famílias e segundo os atuais sistemas de classificação, baseados em estudos filogenéticos envolvendo dados moleculares, está assim classificada: Euphorbiaceae sensu stricto, Phyllanthaceae, Putranjivaceae e Picrodendraceae, havendo uma proposição de estabelecer Peraceae, táxon ainda em discussão. Houve também mudanças no posicionamento taxonômico de gêneros de ampla distribuição no território brasileiro, tais como Amanoa, Drypetes, Pera, Phyllanthus, Podocalyx, Pogonophora e Richeria, entre outros. Além disso, novas espécies vêm sendo propostas e a amplitude dos limites de distribuição de diversos táxons vem aumentando no Brasil. Diante do exposto, os autores fornecem um panorama geral dos estudos mais recentes e avanços na taxonomia de Euphorbiaceae s.l. nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do país, concentrando-se nos trabalhos de revisão e floras regionais, bem como nas mudanças que resultaram em nova configuração taxonômica da família.

Palavras-chave


Croton, Phyllanthus, taxonomia de fanerógamos, distribuição de plantas.

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.