Chave interativa (Lucid) para identificação dos gêneros de fanerógamas da Reserva Ducke (Manaus, AM, Brasil)

Maria do Carmo Amaral

Resumo


A identificação de plantas da Amazônia é ainda muito difícil devido a muitos fatores, como por exemplo grandes lacunas de coleta. Em consequência do conhecimento ainda preliminar da flora dessa grande região, muitas publicações taxonômicas (revisões ou tratamentos florísticos) tornam-se ultrapassadas em poucos anos. A publicação on-line de trabalhos taxonômicos foi sugerida como desejável nesse contexto, por permitir a constante atualização dos dados, embora esse tipo de publicação deva ser mais valorizada pela comunidade científica. Para a área da Reserva Ducke (Manaus, AM), foi publicado um excelente guia de campo ilustrado, baseado exclusivamente em caracteres vegetativos. Entretanto, a presença de estruturas reprodutivas no material coletado não facilita sua identificação com esse tipo de guia de campo. Além disso, como em qualquer chave impressa, o texto não pode ser atualizado, a não ser em uma nova edição. Para exemplificar uma maneira de facilitar a identificação das plantas da Amazônia, foi elaborada uma chave interativa de entradas múltiplas para os gêneros de fanerógamas que ocorrem na Reserva Ducke, com o auxílio do programa Lucid 3.5. Essa chave inclui caracteres vegetativos, reprodutivos e muitas ilustrações e está disponível on-line. São discutidas as vantagens e peculiaridades desse tipo de publicação eletrônica.

Palavras-chave


chave de identificação interativa de acesso múltiplo, publicação eletrônica, flora da Amazônia Central, taxonomia vegetal

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.