Sistemática, taxonomia e florística das Rubiaceae brasileiras: um panorama sobre o estado atual e futuros desafios

Piero Giuseppe Delprete, Jomar Gomes Jardim

Resumo


Rubiaceae é a quarta família em número de espécies entre as Angiospermas no Mundo e no Neotrópico. A grande diversidade de espécies com representantes na maioria dos bioma, ocupando os diferentes estratos vegetacionais, fazem desta família um dos mais importantes componente da vegetação tropical. Durante as duas últimas décadas a classificação da família sofreu várias reorganizações, principalmente pela influência de estudos filogenéticos moleculares, e muitos estudos florísticos e revisões taxonômicas foram recentemente produzidos sobre Rubiaceae Neotropicais. Considerando a grande quantidade de literatura que foi recentemente produzida sobre estes assuntos, o presente trabalho tem dois objetivos principais: o primeiro é fornecer uma visão geral sobre a mais recente classificação da família com ênfase nos gêneros de Rubiaceae que ocorrem no Brasil, indicando os táxons que necessitam de estudos filogenéticos e taxonômicos; o segundo, é apresentar uma breve discussão sobre o estado de conhecimento florístico e taxonômico nas várias regiões do Brasil, indicando os táxons e as áreas geográficas que precisam de mais estudos.

Palavras-chave


Rubiaceae, Brasil, classificação, florística, sistemática, taxonomia.

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.