A tribo Hippomaneae (Euphorbiaceae) no Brasil

Hans-Joachim Esser

Resumo


A tribo Hippomaneae é discutida em relação à sua história taxonômica, posição sistemática nas Euphorbiaceae, em seus principais caracteres morfológicos diagnósticos, com ênfase no botão floral, em sua atual filogenia e subdivisão, e em seus padrões gerais de diversidade. A tribo está representada no Brasil por 13 gêneros e cerca de 120 espécies. Uma chave para os gêneros brasileiros é fornecida. Todos os gêneros do Brasil são discutidos sucintamente, citando-se suas características mais relevantes, a literatura taxonômica mais recente e o seu estado atual de conhecimento, bem como algumas sugestões para problemas ainda não resolvidos sobre os táxons. Há revisões publicadas para cinco dos gêneros, sendo que seis já foram revisados ou estão sendo revisados, mas permanecem inéditos. Actinostemon e Gymnanthes são atualmente os gêneros mais difíceis, especialmente pela ausência de referências taxonômicas atuais disponíveis. Para Mabea e Senefeldera, gêneros já revisados, mas não publicados, são fornecidos dados adicionais sobre a taxonomia, ecologia e biogeografia.

Palavras-chave


Hippomaneae no Brasil, Mabea, Senefeldera, taxonomia de Fanerógamos

Texto completo:

PDF (English)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.