Estrutura e florística de comunidade arbórea em duas áreas de Floresta Ombrófila Densa em Macaé, RJ

Adriano Rosa Cruz, Kelly Cristina Silva, André Felippe Nunes-Freitas

Resumo


Resumo

A Mata Atlântica cobria a maior parte do norte-fluminense, estando atualmente reduzida a menos de 10% de sua área original. Entretanto, pouco se sabe sobre a composição florística e a estrutura dos fragmentos florestais desta região. Este estudo visou caracterizar a composição florística e a estrutura de um trecho de Floresta Ombrófila Densa Submontana do Parque Natural Municipal Fazenda Atalaia (PNMFA - Macaé, RJ). Foram analisadas duas áreas com históricos de utilização distintos. Em cada área foram estabelecidas 30 parcelas de 100 m2 (10 × 10 m), onde os indivíduos arbóreos com DAP > 5 cm foram registrados, identificados e mensurados. Foram amostrados 639 indivíduos de 118 espécies, dentro de 86 gêneros de 39 famílias botânicas. As famílias mais representativas foram Fabaceae, Euphorbiaceae, Myrtaceae, Meliaceae e Sapotaceae, com diferentes proporções de ocorrência entre as duas áreas analisadas. Nas duas áreas, Artocarpus heterophyllus Lam. (jaqueira) foi a espécie com maiores valores de todos os parâmetros fitossociológicos analisados. A área basal do PNMFA pode ser considerada de média a alta em relação a localidades próximas. Apesar da invasão por A. heterophyllus e as baixas densidades da maioria das espécies, as duas áreas parecem estar se recuperando e, com o manejo desta espécie exótica, é possível que a área volte a guardar uma parcela da diversidade biológica da região norte-fluminense.

 

Tree community structure and floristics of two Ombrophilous Dense Forest areas at Macaé, Rio de Janeiro

Abstract The Atlantic Forest covered most of the Northern region of Rio de Janeiro state, being reduced, nowadays, to less than 10% of its original area. However, little is known about the floristic composition and structure of the forest fragments of this region. This study aimed to characterize the floristic composition and structure of a Dense Ombrophilous Submontane Forest at Parque Natural Municipal Fazenda Atalaia (PNMFA - Macaé, RJ). Two areas with different historical use were analyzed. In each area, 30 plots of 100 m2 (10 × 10 m) were established and the arboreal plants with DBH > 5cm were recorded and identified. A total of 639 individuals from 118 species, within 86 genera and 39 botanical families, were sampled. The most representative families were Fabaceae, Euphorbiaceae, Myrtaceae, Meliaceae and Sapotaceae, with different proportions of occurrence between the two areas analyzed. Artocarpus heterophyllus Lam. (jackfruit) had the highest values of all parameters in the phytosociological analysis. The basal area of PNMFA is considered medium to high compared to other locations. Despite the invasion by A. heterophyllus and low densities of most species, the two areas seem to be recovering, and with the management of this exotic species, it is possible that the area will preserve a portion of the biological diversity of northern Rio de Janeiro state.

 


Palavras-chave


floresta submontana, fitossociologia, região norte-fluminense, regeneração natural, submontane forest, phytosociology, Rio de Janeiro northern region, natural recovery

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.