Convolvulaceae em remanescentes de Floresta Ombrófila Densa, Rio de Janeiro, Brasil

Ana Luiza de Oliveira Moura, Marli Pires Morim

Resumo


Resumo
O presente trabalho teve como objetivo o levantamento florístico e o tratamento taxonômico de Convolvulaceae
em três remanescentes de Floresta Ombrófila Densa do Estado do Rio de Janeiro: Parque Nacional do
Itatiaia (PNI), Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso) e Reserva Biológica de Poço das Antas (Rebio).
Foram realizadas consultas a herbários, expedições científicas às áreas de estudo e identificação taxonômica
dos espécimes coletados. Os resultados obtidos abrangem chave para identificação das espécies, diagnoses,
comentários, ilustrações, e habitat. Foram registrados cinco gêneros, 33 espécies e uma variedade. Cinco
espécies são endêmicas da Floresta Atlântica. O número e tipos de estigma, lâmina foliar, fruto e indumento
foram os principais caracteres diagnósticos para os táxons estudados. Dentre as espécies estudadas 90% são
herbáceas e 31 (86%) de hábito volúvel, a maioria ascendendo em indivíduos com reduzida circunferência
(1–10 cm). A maior riqueza de espécies foi observada para o Parnaso (23), seguido do PNI (15) e da Rebio
(11). A Floresta Montana se mostrou a formação preferencial dos táxons, com a ocorrência de 12 espécies.
Palavras-chave: Floresta Atlântica, composição florística, trepadeiras, taxonomia, conservação.


Abstract
The present study had the goal of carrying out a floristic inventory and taxonomic treatment of Convolvulaceae
in three Dense Ombrophilous Forest remnants in the State of Rio de Janeiro: Itatiaia National Park (Parque
Nacional do Itatiaia–PNI), Serra dos Órgãos National Park (Parque Nacional da Serra dos Órgãos–Parnaso),
Poço das Antas Biological Reserve (Reserva Biológica de Poço das Antas–Rebio). Herbaria were consulted,
scientific expeditions to the study area were carried out and the taxonomy of collected species was identified.
The results were able to cover the identification of species, diagnoses, commentary, illustrations, and habitat.
The survey found five genera, 33 species and one variety. Five species are endemic to the Brazilian Atlantic
Rainforest. The number and types of stigma, leaf lamina, fruit and indumentum were the main characteristics
identified for the studied taxa. Among the studied species, 90% are herbaceous and 31 (86%) have a voluble
habit, the majority resulting in individuals with a low circumference (1–10 cm). The greatest variety of species
was observed for Parnaso (23), followed by PNI (15) and finally by Rebio (11). The montane Forest showed
greater formation of taxa, with the occurrence of 12 species.
Key words: Atlantic Rainforest, floristic composition, vines, taxonomy, conservation.


Palavras-chave


Floresta Atlântica, composição florística, trepadeiras, taxonomia, conservação

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.