Rubiaceae Juss. da Serra Negra, Minas Gerais, Brasil

Fátima Regina Salimena

Resumo


O presente trabalho é parte dos estudos florísticos da Serra Negra, incluída no Complexo da Mantiqueira, situada no sul da Zona da Mata de Minas Gerais, Brasil. Rubiaceae está representada nesta região por 26 gêneros e 48 espécies. Psychotria é o gênero mais representativo com 12 espécies, seguido por Borreria (5), Coccocypselum (4), Manettia (3), Margaritopsis (2) e Palicourea (2), enquanto Alseis, Amaioua, Bathysa, Chomelia, Cordiera, Coussarea, Coutarea, Diodia, Emmeorhiza, Faramea, Galianthe, Galium, Guettarda, Hillia, Hindsia, Ladenbergia, Posoqueria, Remijia, Rudgea e Schizocalyx estão representados por uma espécie cada. É apresentado um novo registro para a flora de Minas Gerais, Psychotria pallens, e uma nova localidade para Hindsia ibitipocensis, espécie ameaçada de extinção e conhecida até este trabalho apenas para o Parque Estadual do Ibitipoca. São incluídos chave de identificação, descrições, ilustrações, comentários taxonômicos, ecológicos e distribuição geográfica para as espécies.

 

Rubiaceae of Serra Negra, Minas Gerais, Brazil

Abstract

As part of the floristic studies of the Serra Negra, located at the southern end of the Minas Gerais in Zona da Mata region and included in the Mantiqueira mountain range, this study of the family Rubiaceae comprises 26 genera and 48 species. The most diverse genus is Psychotria, with 12 species, followed by Borreria (5), Coccocypselum (4), Manettia (3), Margaritopsis (2) and Palicourea (2), while Alseis, Amaioua, Bathysa, Chomelia, Cordiera, Coussarea, Coutarea, Diodia, Emmeorhiza, Faramea, Galianthe, Galium, Guettarda, Hillia, Hindsia, Ladenbergia, Posoqueria, Remijia, Rudgea and Schizocalyx are representaded by a single species each. Psychotria pallens was found for the first time in Minas Gerais, and a new locality for narrow endemic and endangered Hindsia ibitipocensis, known until now only for the Parque Estadual do Ibitipoca. Identification keys, descriptions, illustrations and comments on the taxonomy, ecology and distribution of the species are provided.



Palavras-chave


Campo rupestre, Mata Atlântica, Serra da Mantiqueira, “Campo rupestre”, Atlantic Forest

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.