Inventário florístico florestal de Santa Catarina: espécies da Floresta Ombrófila Mista

André Luís de Gasper

Resumo


Resumo

Este estudo é resultado da amostragem sistemática da flora da floresta ombrófila mista em Santa Catarina, realizada em 155 pontos amostrais em toda a sua extensão e permite atualizar o conhecimento sobre a ocorrência de espécies. Foram registradas 925 espécies de espermatófitas, distribuídas em 439 gêneros e 116 famílias botânicas. A família com a maior riqueza específica foi Asteraceae (119 espécies), seguida por Myrtaceae (88), Fabaceae (58) e Solanaceae (52). Dentre as famílias restantes, 34 apresentaram somente uma e outras 27 tiveram duas espécies registradas. Os gêneros com maior número de espécies foram Solanum (31 espécies), Baccharis (27), Eugenia (23), Ocotea (21) e Myrcia (19). Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze, Butia eriospatha (Mart. ex Drude) Becc., Ocotea odorifera (Vell.) Rohwer e O. porosa (Nees & Mart.) Barroso são as espécies ameaçadas de extinção registradas. Entre todas as espécies do componente arbóreo ou arbustivo/subarbóreo, 56,5% são comuns a ambos os componentes e dentre as 194 espécies arbóreas citadas para o planalto catarinense, 157 foram amostradas pelo IFFSC. O levantamento florístico extra registrou 474 espécies de angiospermas a mais do que o levantamento nas unidades amostrais do IFFSC. O IFFSC amostrou um conjunto significativo das espécies do Domínio Floresta Atlântica. Estas coletas georreferenciadas e realizadas com uma amostragem sistemática e consistente, representam um importante avanço e atualização do conhecimento da flora de Santa Catarina. Inventários sistemáticos desta natureza são necessários às demais regiões no Sul do Brasil, para que se possa compor um banco de dados consistente e atualizado e possibilitar a implantação de políticas de conservação e manejo.

Flora of the mixed ombrophyllous forest in Santa Catarina state, according of the forest and floristic inventory of Santa Catarina

Abstract

This study is based on a systematic sample of the flora of mixed ombrophilous forest in Santa Catarina, composed by 155 sample plots located all over it’s geographic extension. We recorded 925 spermatophytes species divided in 439 genera and 116 botanical families. The family with major specific richness was Asteraceae (119 species), followed by Myrtaceae (88), Fabaceae (58) and Solanaceae (52). Among the remaining families, 34 of them had only one species and other 27 families obtained only two registered species. The genera with major number of species were: Solanum (31 species), Baccharis (27), Eugenia (23), Ocotea (21), and Myrcia (19). Araucaria angustifolia, Butia eriospatha, Ocotea odorifera e O. porosa are redlist species. Among all the species of the arboreous and shrubby/subarboreous component, 56.5% are common in both components. Among the 194 tree species reported in the literature quoted for the altiplano of Santa Catarina, 157 were registered in the present study. The floristic survey in the surroundings of the IFFSC sample plots recorded another 474 angiosperm species, besides the species collected within the sample plots. The IFFSC sampled a significant number of Atlantic Forest species, held in a georeferred collection that represents an important progress for the knowledge about the flora of Santa Catarina. Systematics floristic inventories are necessary also in other regions in southern of Brazil to make a consistent and updated database.

 

Palavras-chave


coleta botânica, diversidade, Floresta de Araucária, lista de espécies, Mata Atlântica, botanical collection, diversity, Araucaria forest, species list, Atlantic Forest



Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.