Sapotaceae das Restingas do Espírito Santo, Brasil

Luis Claudio Fabris, Ariane Luna Peixoto

Resumo


Resumo

Sapotaceae, uma família de plantas lenhosas, está representada no Brasil por 11 gêneros e cerca de 230 espécies, muitas das quais com madeira e látex explorados comercialmente. As Restingas com grande variedade de formações vegetais ocupam quase toda a extensão da costa do Espírito Santo. O estudo procurou responder às seguintes questões: quais são as espécies de Sapotaceae estabelecidas sobre as Restingas do Espírito Santo e quais os ambientes preferenciais de ocorrência de suas populações? A pesquisa envolveu coletas e observações de exemplares, bem como a análise de coleções depositadas em herbários. Foram identificados 18 táxons pertencentes a cinco gêneros: Pouteria Aubl. (9), Manilkara Adans. (4), Chrysophyllum L. (3), Micropholis (Griseb.) Pierre (1) e Sideroxylon L. (1). São apresentadas descrições dos táxons, chave de identificação, caracteres diagnósticos em campo, comentários e ilustrações. Duas espécies são citadas pela primeira vez para o Espírito Santo e uma, conhecida até então para as Florestas de Tabuleiros, é citada para as Restingas. Frutos de três espécies até então desconhecidos são caracterizados e ilustrados. A família está representada em sete diferentes formações de Restinga, sendo a Floresta Arenosa Litorânea a que detém maior número de táxons (17) seguida das formações aberta de Ericaceae (3) e pós-praia (2). As Restingas do litoral Norte apresentam maior número de táxons (15), seguido do litoral Centro-sul (12) e Sul (6).

Sapotaceae in Sandy Coastal Plain, Espírito Santo, Brazil

Abstract

Sapotaceae is a family of woody plants. In Brazil, it comprises 11 genera and about 230 species, many of which are commercially exploited for timber and latex. The Coastal plain (Restinga), presents a variety of vegetation types and, occupies almost the entire length of the coast of Espírito Santo. This study sought to answer the following questions: 1. Which Sapotaceae species have become established in the coastal plain vegetation of Espirito Santo state? 2. Which are their preferred environments of occurrence? This study involved the collection and observation of specimens, as well as examination of collections deposited in herbaria. A total of 18 taxa belonging to five genera were identified: Pouteria Aubl. (9), Manilkara Adans. (4), Chrysophyllum L. (3), Micropholis (Griseb.) Pierre (1) and Sideroxylon L. (1). Taxon descriptions, identification key, character identification in the field, comments and illustrations are presented. Two species are cited for the first time for Espírito Santo and another one, known so far for tableland forests (Tabuleiro), is cited for the Restinga vegetation. Fruits of three species, unknown so far, are characterized and illustrated. The family is represented in seven different formations of Restinga. The coastal sand forest holds the largest number of taxa (17), followed by the open formations of Ericaceae (3) and post-beach formations (2). The North Coast have a higher number of taxa (15), followed by the South Central Coast (12) and South Coast (6).

 

Palavras-chave


flora do Brasil, Floresta Atlântica, florística, Planície costeira, taxonomia, flora of Brazil, Atlantic rainforest, floristics, Coastal plain vegetation, taxonomy

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.