Biologia reprodutiva de Ipomoea eriocalyx (Convolvulaceae): espécie com distribuição restrita às regiões do Leste do Brasil

Joicelene Regina Lima da Paz, Camila Magalhães Pigozzo

Resumo


Resumo

Ipomoea eriocalyx Meisn. é uma espécie nativa, de distribuição restrita a alguns estados do Nordeste e Sudeste, sendo limitada aos domínios fitogeográficos da Caatinga e Mata Atlântica. O presente estudo objetivou investigar aspectos da floração, biologia floral e o mecanismo de polinização de I. eriocalyx, em um remanescente urbano de Mata Atlântica, em Salvador (BA), visando registrar, também, dados ecológicos. A floração e frutificação de I. eriocalyx foram contínuas ao longo do ano. As flores são conspícuas, de formato infundibiliforme, apresentam antese diurna, e oferecem pólen, e possivelmente néctar como recurso floral. Apesar das características melitófilas, as flores também são atrativas a outros visitantes florais, tais como borboletas, moscas e besouro. Ipomoea eriocalyx é autocompatível, e adicionalmente, apresenta as abelhas [Ceratina (Crewella) spp. e Melitoma segmentaria] como polinizadores principais, fatos que podem favorecer o seu estabelecimento em ambientes antropizados.

Reproductive biology of Ipomoea eriocalyx (Convolvulaceae): a species restricted to eastern Brazil

Abstract

Ipomoea eriocalyx Meisn. is a native Brazilian species, with distribution restricted to states in the northeastern and southeastern regions, limited to Caatinga and Atlantic Forest phytogeographic domains. This study aimed to investigate aspects of flowering, floral biology and the pollination mechanism of I. eriocalyx in an urban remnant of Atlantic Forest, Bahia, including ecological data. Flowering and fruiting of I. eriocalyx were continuous throughout the year. Flowers are showy, infundibiliform, with diurnal anthesis, and offer pollen and possibly nectar as floral resources. Although they present melittophilous features, the flowers are also attractive to other flower visitors, such as butterflies, flies and beetles. Ipomoea eriocalyx is self-compatible and has bees [(Ceratina (Crewella) spp. Melitoma segmentaria] as the main pollinators, a fact that could favor its establishment in anthropogenic environments.



Palavras-chave


Apoidea, flores efêmeras, melitofilia, planta ruderal, trepadeira, ephemeral flowers, melittophily, ruderal plant, vine

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.