Composição e estrutura de uma restinga arbustiva aberta no norte do Espírito Santo e relações florísticas com formações similares

Mariana Maciel Monteiro, Augusto Giaretta Oliveira, Luis Fernando Tavares de Menezes, Oberdan José Pereira

Resumo


Resumo

Foram analisadas a estrutura e a composição florística de uma formação de restinga arbustiva aberta no Parque Estadual de Itaúnas, ES, e verificada a similaridade entre a flora das formações de restinga arbustiva da Região Sudeste do Brasil. Para o levantamento, foi utilizado o método de intercepto de linha, contemplando indivíduos com altura igual ou superior a 50 cm. Os parâmetros fitossociológicos de frequência e valor de importância (VI) foram calculados. A similaridade da flora das restingas arbustivas da Região Sudeste foi verificada utilizando o índice de Sørensen. Foram encontradas 42 espécies em 28 famílias, sendo Fabaceae e Bromeliaceae as mais ricas (quatro espécies cada). As 10 espécies mais importantes representaram 65,6% do VI total, evidenciando forte estrutura oligárquica, principalmente no estrato herbáceo. Assim, puderam ser apontadas espécies que caracterizam esta formação, a qual é associada com fatores ambientais que condicionam a composição e abundância florística. A análise de similaridade evidenciou que as restingas do sudeste formam dois blocos florísticos distintos, um ao norte (litoral do Espírito Santo) e outro mais ao sul (litoral do Rio de Janeiro). Foram comuns a todas as restingas analisadas Manilkara subsericea, Pilosocereus arrabidae e Byrsonima sericea, podendo ser consideradas de ampla distribuição na costa sudeste.


Composition and structure of an open scrub restinga of northern Espírito Santo and floristic relationships with similar formations in southeastern Brazil

Abstract

This study analyzed the structure and floristic composition of an open scrub restinga at Parque Estadual de Itaúnas, Espírito Santo and verified the similarity between floras of the restinga formations in southeastern Brazil. The line intercept method was applied to sample individuals equal or greater than 50 cm tall. The frequency and an importance value were estimated. The similarity of the flora of the restinga formations in southeastern Brazil was performed using the Sørensen index. We surveyed 42 species in 28 families, being Fabaceae and Bromeliaceae the richest families (four species each). The 10 most important species represented 65.6% of the total importance value, showing a strong oligarchic structure, especially in the herbaceous layer. Thus, we identified some species that characterize this formation, which is associated with environmental factors that constrain floristic composition and abundance. The similarity analysis evidenced two distinct floristic blocks of southeastern restingas, one in the north (the coast of Espírito Santo) and another further to the south (coast of Rio de Janeiro). Some species were common to all analyzed resting formations - Manilkara subsericea, Pilosocereus arrabidae and Byrsonima sericea and may be considered of wide distribution on the southeast coast.

 


Palavras-chave


restinga aberta de moitas, fitossociologia, intercepto de linha, planície arenosa, Pleistoceno, open scrub restinga, phytossociology, line intercept method, sandy coastal plains, Pleistocene

Texto completo:

PDF (artigo / paper)


Esta publicação é filiada à ABEC

Licença Creative Commons
Rodriguésia - Revista do Jardim Botânico do Rio de Janeiro is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported License.
A licença se aplica a todos os trabalhos disponíveis no site rodriguesia.jbrj.gov.br.